Emprego

Vaga Oficiais de Entrada de Dados de Gestão de Casos

114views

A Organização Comunitária para Saúde e Desenvolvimento (OCSIDA) pretende contratar para sua equipa quatro (4) Oficiais de Entrada de Dados de Gestão de Casos (M/F) sendo três para Matola e um para Marracuene.

Resumo do Cargo

O (a) oficial de Entrada de dados para Gestão de Casos é quem apoia a organização na garantia da implementação do sistema de M&A, assegurando o bom uso dos instrumentos de M&A pelos Supervisores, gestores de casos e facilitadores; ele (a) também providencia apoio técnico e supervisão aos supervisores, gestores de caso líderes e gestores de casos na implementação de actividades de recolha e encaminhamento de dados.

Responsabilidades

Contribuir na elaboração e implementação dos planos de M&A do projecto;
Contribuir na identificação de necessidades de elaboração ou ajustamento de instrumentos de gestão de dados;
Realizar visitas de apoio técnico (AT) no campo aos supervisores, gestores de casos e facilitadores;
Participar em encontros semanais dos gestores de casos sempre que possível;
Assegurar o controlo da quantidade de fichas que cada gestor de casos /supervisor entrega;
Assegurar que todas fichas são recolhidas dentro dos prazos estabelecidos;
Assegurar que as fichas sejam devidamente revistas de acordo com o fluxo de dados estabelecido, antes de introdução na base de dados;
Trabalhar em estreita coordenação com os supervisores na correção das inconsistências de dados;
Monitorar o nível de prestação de serviços aos beneficiários e alertar ao supervisor sempre que necessário;
Fazer o lançamento dos dados mensais segundo os prazos estabelecidos no âmbito do Projecto;
Criar um mecanismo de controlo de fichas lançadas e não lançadas;
Elaborar relatórios de dados, incluindo tabelas e gráficos, e providenciar sempre que necessário a equipa técnica;
Participar dos encontros de análise de dados ao nível do distrito;
Realizar avaliação de qualidade de dados (DQA);
Enviar dados à Coordenação da organização pelo menos dois dias antes do prazo estabelecido para o envio dos dados ao oficial sénior do projecto;
Assegurar que os supervisores arquivem todas as fichas após o lançamento na base de dados, de acordo com o modelo de arquivo estabelecido;
Promover encontros para discussão de casos ou problemas pontuais relacionados com qualidade de dados;
Participar nos encontros relacionados a M&A do projecto, sempre que for pertinente;
Reportar todos os casos de inobservância dos procedimentos à Coordenação da organização/projecto;
Apoiar na preparação da documentação das lições aprendidas e melhores práticas em monitoria e avaliação, de acordo com as directrizes da USAID e do PEPFAR e;
Manter uma relação profissional e respeitosa com os colegas e subvencionadas;
Realizar outras tarefas que lhe forem atribuídas.

Requisitos

Ter feito no mínimo o Licenciatura em ciências socais, estatística ou outras áreas relevantes;
Experiência de trabalho com Organizações de Base Comunitária;
Experiência de supervisão de equipas;
Experiência no uso de base de dados, e domínio de pacotes básicos do Microsoft Office (Excel, Word e PowerPoint), o conhecimento do SPSS e DHS2 será uma vantagem;
Experiência de trabalho em projectos financiados pelo PEPFAR/USAID será um factor preferencial;
Experiência de pelo menos 2 anos na área de estatística ou M&A em organizações similares com maior destaque para as áreas de HIV e SIDA, Protecção social e desenvolvimento comunitário;
Boa capacidade de comunicação em língua Portuguesa;
Habilidades de transmitir conhecimentos e capacidades às pessoas com nível de educação diversificada;
Demonstrada Capacidade de trabalhar com pouca supervisão;
Demonstrada Capacidade de trabalhar sob pressão fora de horas incluindo alguns finais de semanas e ou feriados.

Exigências

Carta de Motivação (1 pág.);
Curriculum Vitae (max. de 3 pág.);
Contactos de Três Referências profissionais.

Nota: O assunto do email deve ser o nome do cargo, do contrário, será um factor de exclusão.Se não forem encontrados candidatos adequados, a vaga permanecerá aberta até ser preenchida.

Aviso Legal

A OCSIDA – Organização Comunitária para Saúde e Desenvolvimento, não faz nenhum tipo de cobranças em quaisquer das fases do processo de recrutamento e não procede por via de agentes de recrutamento e são estritamente observados os princípios de ética, Integridade e transparência.

Sobre a Empresa

A Organização Comunitária para Saúde e Desenvolvimento (OCSIDA) é uma organização não governamental moçambicana fundada em 2005. A OCSIDA tem mais de 16 anos de experiência em projectos de HIV e desenvolvimento, incluindo a implementação de projectos de crianças órfãs e vulneráveis ​​(COVs), intervenções para Raparigas adolescentes e mulheres jovens (RAMJ), “Determinadas, Resilientes, Empoderadas, Livres de Sida, Mentoradas e Seguras” (DREAMS) e água e saneamento. Actualmente está a implementar projectos nas províncias de Gaza, Maputo Província e Maputo Cidade.

Data de validade: dezembro 18, 2022
Localização: Marracuene, Matola
Pode candidatar-se a esta vaga enviando um email para recrutamento@ocsida.org.mz

Leave a Response